29 January 2012

Opinion | Das "cunhas" e de como nem sempre o esforço é suficiente



Yeah, it's that time in my blog, again.
The time when I mumble something in my mother language.
Feel free to translate! :)

 *******

 Se há coisa que me enche de frustração
é a percepção de como, neste país (e em tantos outros),
não há nada como o contacto certo para termos o que queremos.

 Pertenço àquele grupo de pessoas que acha que se deve lutar pelas coisas
que devemos provar o nosso valor,
porque tudo o que é dado de bandeja,
só porque temos olhos bonitos,
ou só porque o nosso pai é a pessoa x,
não tem metade do sabor.
Pelo menos, para mim não teria.

 Mas, utopias à parte,
é mesmo isso que acontece neste nosso humilde país.
Com a economia em queda,
deveria ter chegado a hora das pessoas tentarem mais e mais.
No entanto, o que mais se vê são pessoas de curriculum vazio
a ocupar o lugar de alguém que se esfolou por um diploma,
só porque abriram as pernas à pessoa certa
(no sentido figurado e não só)!
Isto enche de frustração quem trabalha muito por algo,
quem sonha, quem evolui.
Induz a sensação de que, para "subir",
é preciso cavalgar também os nossos princípios
e deixar a moral de parte.

 Ainda sou nova, sim, tenho 22 anos,
sou apenas uma estudante,
mas espero nunca me corromper à facilidade de uma "cunha".
Quando ocupar um lugar porque o mereço,
quero ganhar honestamente.

 Talvez seja isso que faz falta em Portugal.
Pessoas que arregacem as mangas,
e não as que se refrescam à sombra da bananeira
de nariz empinado.

 Tenho dito.

22 comments:

  1. tens toda a razão, tudo o que sai do nosso suor sabe melhor, é pena que poucos achem isso. sou da mesma opinião que tu

    ReplyDelete
  2. Concordo contigo. É muito chato ver pessoas a passarem-nos à frente e que não fazem nem metade do esforço que fazemos, mas o bom é que no final podemos orgulhar-nos de nós próprios e de onde chegámos ;)

    http://looksgood2.blogspot.com/

    ReplyDelete
  3. Somos da mesma idade (:
    E concordo contigo , estou a ver me super aflita para conseguir estagio final de curso . Porque esta tudo cheio com os amigos e amigas e para os restantes como nos ?
    Zero =$

    X.O.X.O
    Fi *

    moda-da-franjinhas.blogspot.com

    ReplyDelete
  4. Não podia concordar mais, infelizmente :(

    ReplyDelete
  5. Com as dificuldades actuais, é quase impossível não pedir uma ajudinha...

    ReplyDelete
  6. Pois, é no país que vivemos!!

    http://anita-vai-as-compras.blogspot.com/

    ReplyDelete
  7. é a realidade do país (e sobretudo mentalidade) que vivemos!
    eu também sou uma estudante mas vejo/ouço disso diariamente...

    ReplyDelete
  8. Tens a idade do meu irmão, que engraçado! :)
    Agora falando de coisas sérias, infelizmente é o que acontece a maioria das vezes. Uns estafam-se a trabalhar para conseguirem ter o que desejam e querem e outros... (exactamente como dizes). Vejo isso muitas vezes, mesmo por aqui, nesta pequena cidade.
    Cresci mas muitas vezes senti isso na pele, só porque não dava o que queriam não tinha o que queria. Sempre disse: que se f*, vou conseguir com o meu talento (se é que o tenho :D)e com o meu esforço, não vou querer acordar um dia e sentir-me "porca" e cheia de culpa.
    Ouço muitas vezes dizer que "se não fosse a cunha não conseguiam", hoje em dia usa-se isso para tudo, desde a ida ao hospital, as finanças, tudo!
    Considero a ajuda sem segundas intenções muito boa e desejável a restante rejeito-a. Prefiro perder!
    Mas é assim, muitos como nós sofrem. :(
    Força nisso, somos mais fortes!

    Beijinho

    ReplyDelete
  9. Não poderia concordar mais contigo. Infelizmente, assim que acabei o curso, rapidamente me comecei a aperceber dessa triste realidade... Conheço demasiado bem essa frustração e até revolta para com este sistema completamente corrompido. Acredito no profissionalismo e na competência. Qualquer outra forma de chegar onde quer que seja, faz-me confusão.

    ReplyDelete
  10. concordo plenamente! mas é o que acontece mais, é pessoas que conseguem as coisas por cunhas e se calhar outros q mereciam muito mais, ficaram para tras.. pq nao tinha o conhecimento do outro!

    ReplyDelete
  11. Tens dito e bem, Nadia.
    Tenho a certeza de que tudo o que alcançares será por mérito proprio. :)

    xxx
    http://itsluckynumberseven.blogspot.com

    ReplyDelete
  12. pois..mas isso infelzmente acontece em todo o lado, e nao só em PT. é uma selva!
    eu acho que toda a gente devia passar por uma experiencia como emigrante. é importante trazer-mos ideias novas e refrescantes!é bom percebermos que afinal o nosso Portugalinho não é assim tão pequenino. nós temos coisas muito boas, devemo-nos orgulhar!

    ReplyDelete
  13. Espero que não...

    Mas quem me dera em algumas situações ter tido uma, sabes... E não é por falta de CV e de boas qualidades e competências. Simplesmente isto anda uma selva!!!

    xoxo
    a Recessionista

    ReplyDelete
  14. isso é e será sempre assim.....é cíclico..mas há sempre a excepção à regra..e tu serás uma!!

    ReplyDelete
  15. Concordo com o que dizes, de facto sermos ultrapassadas muitas vezes por pessoa x só porque tem conhecimento de alguém dentro da área é, no mínimo, frustrante.
    Contudo, acho que é importante não ser hipócrita (e, não digo que tu o sejas, longe de mim fazer esse tipo de juizo de valor, estou a falar de muito boa gente que diz que não e quando chega altura esquecem) e admitir que aceitaríamos uma cunha se essa nos dessa a oportunidade de fazer aquilo que sempre sonhamos. Porque uma cunha não quer necessariamente dizer que a pessoa que teve essa facilidade tenha um CV menor ou capacidades inferiores a outro candidato (embora isso aconteça, na maioria das vezes) mas soube jogar na selva e aproveitar uma oportunidade que de outra forma não conseguiria.
    Sou sincera, eu adoraria estagiar e se alguém que me é conhecido me oferecesse a possibilidade de o fazer, não hesitava duas vezes. Preciso de experiência, preciso de dinheiro e preciso que alguém me abra a porta, para variar, e acho díficil ser capaz de rejeitar essa cunha,. E, isso não quer dizer que tenho menos valores ou que tenho menos capacidades, apenas a oportunidade surgiu e não poderia surgir de outra forma e trabalhei para isso.
    Estou a falar hipoteticamente claro e embora seja mesmo horrível quando vemos alguém passar à frente da fila (a nossa mãe ensinou que não é bonito) também devemos pensar que se pudessemos ter essa oportunidade não iamos dizer que não, só para fazer bonito porque esta é uma realidade, e nós lidamos como pudemos.
    Não leves a mal a minha opinião, é só isso...a minha opinião e vale o que vale não é? Mas também acho importante não cair em generalizações e pensar se fossemos nós iriamos deixar passar o emprego dos nossos sonhos ou aquele que nos poderia ser essencial só porque sim? Até porque sei que existem cunhas sem ser porque o pai é x ou y ou porque não se mereça honestamente mas sim porque a única forma de entrar naquela empresa é com o conhecimento de quem lá trabalha, porque tem de ser uma pessoa de confiança, porque tem de ser recomendada.
    Podes e podem achar-me desonesta ou comodista por aquilo que acabei de dizer. Espero também não ter de ter um cunha para provar o que quer que seja pois só eu sei os neurónios que já queimei e os passos que já dei para conseguir o que quero mas não sou capaz de dizer que nunca aceitaria uma cunha.
    A sério Nádia, espero mesmo que não leves a mal o que disse, mas tinha de o partilhar!
    xx
    www.thatbananas.blogspot.com

    ReplyDelete
  16. Meu deus, escrevi tanto e está um pouco repetitivo...estou a ficar um pouco velha do restelo, sorry!
    Tudo isto para dizer que concordo contigo mas que não que existe the other side of the story!

    ReplyDelete
  17. É anestesiante a verdade das tuas palavras.... Quando dizes "só porque abriram as pernas à pessoa certa" é tão verdade... tantos exemplos que podia dar....

    babi-student.blogspot.pt

    ReplyDelete

Partilha o que pensas e não te acanhes! ;)
Se fizeres alguma questão directa, eu responderei no post! Para receberes um aviso com a resposta basta clicares em "subscribe by email".

Se preferires, podes contactar-me por e-mail (myfashioninsiderblog@gmail.com) ou através da página do Facebook (sou mais rápida)!

P.S. Aqui há espaço para críticas, mas insultos, ataques pessoais e demais despropósitos não serão publicados!

ShareThis