16 December 2012

Personal | One of my biggest wishes



Foi num antigo livro do meu querido bisavô, encontrado na sua antiga casa, 
que soube que adoptar uma menina asiática era um dos meus maiores sonhos.

Li uma história dos anos 70 sobre uma jornalista que adoptou duas meninas asiáticas,
depois de fazer a cobertura de notícias lá e ser ter emocionado com as suas condições.
Ela lutou muito para conseguir adoptar, especialmente a primeira, e, mesmo sendo mãe solteira, conseguiu!
Passados mais de 5 anos, continuo a ter este desejo: o de um dia conseguir adoptar uma menina asiática,
principalmente se for de um daqueles países em que tantas atrocidades se cometem contra elas.
(onde as meninas têm menos valor que os meninos e chegam a ser mortas em pequenas).
Gostava de poder salvar pelo menos uma dessas meninas...
De qualquer forma, podendo, gostaria de ter filhos biológicos...

mas gostava bastante de adoptar pelo menos um filho, especialmente uma menina de olhos rasgados!
Não sei se o conseguirei realizar...mas encher-me-ia o coração de felicidade!
Este é um pequeno pedacinho de mim que desconheciam...mas que pensei em partilhar convosco hoje!
Boa semana para todos!
 

17 comments:

  1. este é um sonho que acalento também... e que, assim que me for possivel e o quanto antes, darei inicio mesmo estando solteira.

    é um sonho bonito :)

    *
    Aislin

    ReplyDelete
  2. From what I understand you would like to adopt isn't it? sorry I'm French! Personally I thought a lot about that too several times for later!
      I am interested in your blog a lot!! I discovered the singer Emmy curl that I love in your blog!!!
    I have to a blog about henna tattoo! if you want visit it
    http://henna-tattoo-f.blogspot.fr/
    So good bye and "Boa sorte" =)

    ReplyDelete
  3. Estamos como relógios! Que eu hoje emocionei-me com a Kourtney a ter a filhota dela!

    We Agree to Disagree
    ***

    ReplyDelete
  4. Força, Nádia.
    Um colega meu batalhou e conseguiu, não um menino asiátiso, mas português.
    Leve avante esse desejo.
    Beijinho

    ReplyDelete
  5. Acho este é um dos meus posts favoritos no teu blog. Desde muito pequena que quero adotar uma ou mais crianças. Espero um dia poder adotar uma menina asiática (já tenho o nome e tudo)e espero que também possas realizar esse sonho. :)

    ReplyDelete
  6. Oh Nádia!!!!! Até se me arrepiaram os cabelos da nunca!!! Quando eu tinha 9 anos parti uma perna e fiquei 3 meses imobilizada, e por isso passei esses meses em casa dos meus avós. Como não podia fazer muito mais, lia, e um dos primeiros livros "de adulto" que li por lá foi o "Vieram para sempre" a história veridica de uma senhora que nos anos 70 adopta duas meninas asiaticas, uma delas vietnamita no pós guerra do Vietnam, uma menina de mãe oriental e pai americano, cheia de problemas devido aos abusos sofridos. Esse livro marcou-me para sempre, e esse também sempre foi um dos meus sonhos de vida, adoptar uma menina oriental, acima de tudo chinesa, desejo que surgiu relativamente a este país após ter visto nos anos 90 um documentário de seu nome "Salas da Morte" que não te aconselho a ver, ainda tenho pesadelos com isso hoje em dia, ainda me choca pensar na condição de vida daquelas bebés. Infelizmente foi sonho que não se concretizou - é preciso MUITO poder financeiro para conseguir - mas olha, espero que tu o consigas fazer pois é um desejo que eu compreendo perfeitamente ;)
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.com

    ReplyDelete
  7. também gostava muito de adoptar uma criança asiatica, africana, mesmo portuguesa, não me decidi .. mas seria um sonho tornado realidade **
    beijinho

    ReplyDelete
  8. sabes que há crianças portuguesas à espera de uma família, não sabes?

    que ridícula. chega a meter dó. choca-me a democratização da palavra nos blogs, hoje em dia é possível escrever barbaridades destas com a veleidade de uma fotografia de uma chinesinha fôfa agarrada a um urso.

    voluntariado em áfrica, adoptar chinesinhos... é tão "giro", não é? dá uma voltinha numa instituição portuguesa, sabes que as atrocidades não se cometem só "lá no estrangeiro, lá bem longe"....

    ...

    ReplyDelete
  9. @Maria vê
    não acho nada ridículo que se faça voluntariado em África ou se adopte "chinesinhos"... Não entendeste o que escrevi, nem leste o livro, nem percebeste o quanto achei que o meu bisavô estava a deixar uma espécie de legado.
    Claro que há crianças a sofrer em Portugal...há em toda a parte! Mas se me sensibilizo com o facto de MATAREM MENINAS QUASE IMPUNEMENTE NUM PAÍS, e gostar de poder evitar que pelo menos uma dela tivesse esse destino, quem és tu para julgar?

    Cumprimentos

    ReplyDelete
  10. Maria Vê, já tentaste adoptar uma criança no sistema PortuguÊs, já tentaste adoptar uma criança Portuguesa em Portugal? Esse é já o primeiro ponto, o segundo é, se á Nádia desaconselhei de ver o documentário "Salas da Morte" a ti aconselho-te a ver. Várias vezes. Depois então dizes qualquer coisa, isto se entenderes metade daquilo que se disse aqui. Porque distorcer o que os outros dizem, retirar do contexto e subverter o significado também é muito bonito e uma democratização da escrita, estás a ver? E ninguém te tira o direito de o fazeres...
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.com

    ReplyDelete
  11. quem sou eu para te julgar? sou tanto quanto tu, que escreves o que queres no blogger. olha que esta. agora vais dizer que não posso comentar livremente, se tu podes dizer baboseiras.

    ai ai estas bloggers........ sobe-lhes tudo à cabecita tonta.

    ReplyDelete
  12. mint-qualquer coisa:

    já vi o comentário querida. já vi tudo, já li tudo, sei muita coisa, não me conheces de parte nenhuma. e por isso mesmo posso opinar. e opino as vezes que quiser, da forma que quiser, chamo nomes a quem quiser, isto é tudo livre e maravilhoso como o ar que respiramos. dizer baboseiras é permitido, chamar-vos idiotas também.
    ponto.

    ReplyDelete
  13. @Maria vê, já sabemos que tu sabes tudo de todos os assuntos e que a tua boa acção do dia é iluminar as nossas cabecitas parvas e idiotas. Ah, e também sabemos que tu já adoptaste 50 crianças portuguesas que sofriam de maus-tratos. No fundo, és muito melhor que todas nós!

    Um grande obrigado por partilhares a tua sabedoria secular

    P.S. eu digo baboseiras mostrando a cara, que é mais do que aquilo que tu fazes. é essa a diferença.

    ReplyDelete
  14. Há outra diferença: a senhora dona Maria Vê (que cá para mim até poderia sero Manuel Luís Goucha, a Rainha de Inglaterra ou o Drácula ressuscitado, a ausência de uma cara) adora estar atenta a blogues que considera de "cabecinhas tontas". Masoquista, portanto. E também pode, claro que pode - estamos num país livre e vale tudo, pois com certeza - os senhores que andam aos tiros a inocentes acham o mesmo, não se preocupe.
    Já agora, minha cara senhora, já percebi que se tem em excelente conta, mas creio que será a única: conheço a Nádia apenas do blogue e não ganho nada em defendê-la ou em atacá-la, mas o nível argumentativo (ou a falta dele) mexe-me com os nervos: com que então a solidariedade só deve fazer-se das fronteiras para dentro, não é? Sim, sim, não há dúvida de que estamos perante um ser humano superior.
    (Eis que, subitamente, compreendo em absoluto o anonimato, com o seu nível de discurso e, simultaneamente, essa vontade incontrolável de dizer coisas, eu também não daria a cara)

    ReplyDelete
  15. é um dos meus sonhos também ;) ainda hoje o disse!!

    ReplyDelete
  16. Maria Vê, infelizmente é impossivel mandar-te uma PM no teu perfil, sem ter de vir aqui ao blog da Nádia deixar o recado: quando me quiseres chamar idiota fazes o favor de o fazer na minha cara, frente a frente, a olhar-me nos olhos. Terei todo o gosto do mundo em combinar um encontro contigo para me poderes chamar nomes e opinar pessoalmente, e não escondidinha atrás do ecrã de um computador. Um bocadinho mais de maminhas só te fazia era bem, querida.
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.pt

    ReplyDelete
  17. A boa educação é tão bonita... mas há pessoas que não devem saber o que isso é, apesar de afirmarem saber muita coisa.
    Força Nádia, seja lá fora, seja cá dentro, se o puderes fazer é um gesto altruísta que merece todo o apoio.
    Beijinhos
    Raquel P.

    ReplyDelete

Partilha o que pensas e não te acanhes! ;)
Se fizeres alguma questão directa, eu responderei no post! Para receberes um aviso com a resposta basta clicares em "subscribe by email".

Se preferires, podes contactar-me por e-mail (myfashioninsiderblog@gmail.com) ou através da página do Facebook (sou mais rápida)!

P.S. Aqui há espaço para críticas, mas insultos, ataques pessoais e demais despropósitos não serão publicados!

ShareThis