30 June 2013

Opinion | As ZARA gone too far? Céline thinks so!



Let's start by saying I am a huge Zara fan! Their current aesthetic fits my aesthetic almost perfectly,
and I find myself falling for their pieces each new lookbook.

Now for the article to reveal what the hell am I talking about:

A birdie told me that good-old Céline was not releasing images of their Resort 2014 collection until the actual resort retail season in January started.
Everyone who was as (or even more) eager to see them as I were, was sure very disappointed!

Now, the reason behind this (unorthodox) move?
High street stores...ZARA more specifically!
And looking at the images above, it's not hard to figure out why!
Though we all love the fact that ZARA gets "inspiration" in these brands, 
it's surely understandable that a luxury brand such as Céline wants their exclusivity,
and doesn't want 64872716 wannabe-designs parading in the streets even before they're actual products are up for sale!
Of course the buyers of each brand are different...
but would you seriously give 99% more for a piece that you've already seen in dozen of girls in the web?

Sucks to be Zara right now...where the hell will their new lookbook by inspired at?
(Mean girl!)

In all fairness, there's nothing wrong with getting inspired by someone else, in fashion mostly nothing is new...
but one should know where to stop!

_____________

Antes de mais nada, começo por dizer que tenho sido uma grande fã da ZARA, especialmente nos últimos anos.
A estética da marca tem ido muito ao encontro daquilo que pessoalmente me atrai.

Em segundo lugar, na Moda quase nada é original! 
As tendências são cíclicas, as inspirações surgem em vários locais e a estética de várias marcas é semelhante.
Até aí, tudo bem, marcas mais baratas fazerem versões aproximadas dos produtos das lojas high fashion não é novidade, e nós até agradecemos!

No entanto, a Céline cansou-se. 

Um passarinho contou-me que a marca não revelará as imagens da sua colecção Resort 2014 até Janeiro,
altura em que as peças (finalmente) chegarão às lojas.
Porquê? O motivo são as lojas de fast fashion...mais propriamente a ZARA!
E olhando para a colagem que fiz lá em cima, que contempla apenas alguns exemplos das "inspirações" da ZARA em colecções Céline,
é fácil compreender porquê!

Por muito que gostemos de ter versões low cost daquelas peças das grandes marcas que nos apaixonam,
e que possamos argumentar que o público-alvo das marcas é completamente distinto,
não podemos negar que é natural que uma marca de luxo como a Céline procure alguma exclusividade,
e não queira ver 64872716 peças parecidas com as suas a circular nas ruas e na internet ainda antes da versão original estar à venda.
Pensando bem, se tu tivesses dinheiro para adquirir uma peça 99% mais cara que a ZARA,
será que a irias comprar depois de ficar saturada de ver toda a gente com algo parecido 6 meses antes? 
Talvez não, certo?

Pobre ZARA, em que marca de luxo é que se vai inspirar agora para o seu próximo Lookbook?
(Estou a ser mázinha, hehehe, também tenho direito!)

Falando mais a sério... É por estas e por outras que me deixei da minha noção rígida de "imitação é mau!".
Antigamente dizia, de boca cheia, que imitações-credo-nunca!-prefiro-uma-peça-original-barata.
Agora, se virem com atenção, tenho dois pares de sapatos muito semelhantes a Alexander Wang (aqui e aqui),
duas saias-calção imitação das da ZARA (que na loja me ficavam largas demais, mas que nestes modelos que tenho estão perfeitas!) 
e talvez uma peça ou outra que ainda nem reconheci a fonte original!
E levei alguém à falência com isso? Not yet

Neste momento, sentir-me-ia desconfortável se usasse carteiras ou peças bastantes conhecidas que fossem verdadeiras cópias, com logotipo e tudo!
É essa a minha filosofia agora! Cópias perfeitas de peças carérrimas, que enganariam um expert, é um no para mim! 
No entanto, se vir um sapato muito semelhante a um modelo com o qual só poderei sonhar, porque não aproveitar?
Falsos moralismos não moram aqui!
Era incapaz de carregar uma "Loies Vuttion" ou uma "Ghivenxy" debaixo do braço, mas não vou censurar peças inspired.

O que eu acho é que não se pode ter 2 pesos e 2 medidas. 
Se somos contra imitações, somos e ponto final,
não andamos por aí cheias de sacos da ZARA com peças "inspiradas" noutras marcas,
e depois apontamos os dedos a lojas ou sites "dos chineses" que imitam a ZARA-que-já-imitou-outrem!
Isso é que não.

Cá para mim, acho que é tudo uma questão de timing
Num mundo ideal, a Céline teria direito a vender as suas peças originais primeiro a 2.000€, 
e depois a ZARA poderia fazer as suas peças inspired e vender a 100€ 
e finalmente a "Shaniz" e a "Blizz" (estou a inventar nomes) poderia entrar em cena e vender uma versão por 15€.

Desde que a qualidade dos materiais fosse proporcional ao preço, e esta ordem respeitada, não vejo qual seria o problema!
Os mais ricos compravam a peça primeiro e estreavam-na em exclusividade, todos contentes, 
e o pessoal menos abonado também tinha direito à sua versão low cost quando esta chegasse às lojas, mais tarde!
Era assim antigamente, quando não havia internet, nem as colecções andavam 362715274 temporadas à frente!

Se as coisas fossem como eu disse acima, seríamos todos felizes para sempre! 
(E de bónus, ainda poderíamos ver a colecção da Céline a tempo e horas!)
Portanto ZARA, vê se te pões fina e não irritas os gigantes, 
que nós queremos que continues a inspirar-te sem levar com um processo valente em cima!

Tenho dito!

10 comments:

  1. Adorei mesmo muito o post, e a tua opinião vai muito de encontro ao que eu penso! A verdade é que ainda permanece por aí muito hate a quem veste peças das lojas online made in China sem que eu perceba porquê, e o teu argumento foi a perfeição absoluta nisso! Ainda para mais, quase que diria que 80% da Zara é inspired nas grandes marcas, por isso toda essa conversa perde ainda mais o sentido..
    Não posso negar que me dá imenso prazer poder ter peças que de outro modo me seriam inatingíveis, e muitas vezes quando compro na Zara e afins nem me apercebo que aquilo é uma peça inspired noutra!
    Já as malas cópia cópia cópia, isso sim me faz muita confusão e era incapaz! Uma coisa são inspired's que sabem colocar a sua diferença e própria personalidade, como penso acontecer na Zara, mas as Loues Vuitton desta vida, pretendem surgir elas mesmas como uma verdadeira! Nem eu própria me sentiria bem em carregar uma cópia como essa debaixo do braço! Prefiro ter algo que possa, do que algo que é claramente um engano, e a mim própria nunca me poderia enganar!

    <3
    http://zazzish.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  2. Não podia estar mais de acordo com tudo o que escreveste!!

    Giveaway That´s the Way e Stilettos & Co.

    http://thatsthe-way.blogspot.pt/2013/06/giveaway-thats-way-stilettos-co.html

    ReplyDelete
  3. A Zara sempre fez isto, e foi assim que nasceu, com o grande boss a copiar modelos que ia vendo nas semanas da moda. A mim não me faz confusão nenhuma, esperto foi ele. Tanta gente que admirava mas nunca poderia comprar peças, que custam meio ano de uma qualquer renda de um apartamento T3? Grande mira para o negócio! Mas compreendo o problema por parte de marcas maiores em verem o resultado do seu esforço ir pelo cano com os espiões da Zara a porem a mão nos desenhos muito antes de eles verem a luz do dia por vias legítimas. Nem sei como são as questões de propriedade intelectual na moda, provavelmente nem existem... Olha, paciência e cautela!

    ReplyDelete
  4. Concordo contigo.
    Eu tenho uma amiga que estudou design de moda e ir com ela à Zara é um suplicio, pois ela conhece todas as referências das peças que a Zara está a comercializar.
    Eu acho que o problema aqui, foi mesmo lançarem antes da Céline. Porque de outra forma, o caso passaria sem problemas.
    Beijinho*

    ReplyDelete
  5. Nas ultimas temporadas a Zara tem-se sempre inspirado em imensos designers, e só assim é que conseguiu ter tanta popularidade como tem agora e tornar-se na loja preferida de imensas pessoas. Há uns anos as peças eram super básicas, mesmo. Não vou negar que a Zara é das minhas lojas preferidas, mas daí a inspirar-se aka copiar demasiado, como é o caso com a Céline, já é demais.. Eu também tenho uma "marca" em que já vi várias pessoas a copiar modelos feitos por mim, e a partir desse momento percebi realmente o quão mau deve ser para um designer que sobrevive da sua criatividade ter peças copiadas por outras marcas, a que a maioria das pessoas irá recorrer pelos preços mais acessíveis... Mas estou completamente de acordo com todas as tuas palavras!

    xx
    www.lesfashionablesjours.blogspot.com

    ReplyDelete
  6. A zara seguir as grandes tendências de moda e copiá-las para mim, não é o maior problema porque realmente podemos ter peças fantásticas a otimos preços. Acho perfeitamente natural que a celine se revolte e vai tudo de encontro a questões de marketing. O meu grande problema com a Zara, é que uma peça faz sucesso e anda tudo igual em qualquer canto e esquina, e depois essas peças que são imitadas pela Zara de grandes marcas também outras marcas (mais pequenas) copiam da Zara - cansa-me. Mas sim gosto da zara (aliás ela anda a abusar com as últimas coleções :D) mas admito que tento fugir às suas peças mais famosas.

    ReplyDelete
  7. Por muito que me custe ver cópias chapadas de designs alheios, devo confessar que (pelo menos dos artigos na colagem) gosto mais de todos os que foram lançados pela Zara do que dos originais - à excepção da saia bege.

    ReplyDelete
  8. Concordo com tudo o que disseste!

    http://thebreaveheart.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  9. Adorei este post. Sou nova aqui no teu blog e estou a adorar. Tambem gosto muito da Zara. Eu vou ser sincera, detesto copias prefiro ter por exemplo uma coisa de marca mais accesivel do que ser copia e quando falo de copia e por exemplo ver uma mala da Louis Vuitton fake. Eh pah nao posso, nao vejo o porque ter algo que nao e original para que??? Eu tenho uma LV oferecida pelo marido na loja da LV. Nunca mas nunca me passou pela cabeca comprar imitacao de Lv ou Chanel ou seja o que for se nao tiver dinheiro para comprar a peca original simplesmente nao compro. Nunca me sentiria bem em andar com algo que nao e verdadeiro. Para que??? Nunca entendi isso! Tenho malas muito mais baratas e gosto imenso delas. Mas se a minha sai foi comprada na zara por exemplo eles dizem zara pode ser inspirada de outras grandes marcas/ designers e modelos que estejam na moda mas fica sempre uma saia da zara e nao da marca X.
    Mas claro isto e so a minha opiniao, nao julgo nimguem que pense diferente.:)
    Convido te a visitar o meu blog se gostares, que tal nos seguirmos? :)
    Jokas de Toronto
    Claudia P.
    http://claudiapersi.blogspot.ca/

    ReplyDelete

Partilha o que pensas e não te acanhes! ;)
Se fizeres alguma questão directa, eu responderei no post! Para receberes um aviso com a resposta basta clicares em "subscribe by email".

Se preferires, podes contactar-me por e-mail (myfashioninsiderblog@gmail.com) ou através da página do Facebook (sou mais rápida)!

P.S. Aqui há espaço para críticas, mas insultos, ataques pessoais e demais despropósitos não serão publicados!

ShareThis