11 February 2016

Opinion & Personal | As 5 frases que gostava que me tivessem dito quando comecei o blog


English readers, I'm sorry, today's ramblings are only in my mother language...

Já se passaram 6 anos, 4 meses e um punhado de dias desde que criei o "My Fashion Insider"...
para alguém que tem 26 anos, isso corresponde a uma quantidade de tempo bastante razoável!
Ele acompanhou-se durante mais de metade do meu curso, viu-me alcançar o sonho de ser médica,
desanuviou-me em dias de imenso estudo, trabalho e dias cinzentos...

Mostrar o que vestia, bem como as modelos e colecções que me fascinavam
transformou-se, a pouco e pouco, num partilhar cada vez mais pessoal de um bocadinho do que sou...
de uma tentativa de deixar a minha marca e tornar o dia de quem me lê mais positivo...ou pelo menos menos solitário!
Nas palavras da Carolina Tendon, cujo livro guardo - ao contrário do que ela escreveu - na cabeceira,
este cantinho é "de mim para mim, e de vocês para vocês"
Meu porque sou eu quem se vai espelhando nestes conteúdos escritos com carinho,
e vosso porque, espero, alguém se vai revendo naquilo que escrevo...


O que nos traz à REFLEXÃO de hoje na qual vou contar-vos uma história!
(e há quanto tempo não partilhava uma daquelas bem longas por estas bandas,
actualmente tenho-as feito amiúde - e de uma forma mais curtinha - pela página do Facebook!)

Uma história hipotética, claro...
mas não serão quase todas as histórias hipotéticas no sentido em que
quem conta um conto, acrescenta um ponto?

Trata-se daquilo que eu gostaria que me tivessem dito, há 6 anos e troca o passo, quando criei este blog!
São pequenas frases, que eu, com 20 anos e nenhuma experiência "online" nunca conseguiria ter adivinhado...
e que tive de aprender, à minha custa, ao longo do tempo!
Se aprender faz parte da vida? Faz, e torna-a magnífica!
Mas vejo tantas jovens de 15, 18, 20 anos a criar blogs nos dias de hoje,
que eu, embora longe de ser o supra-sumo da sapiência, 
gostaria de lhes deixar algumas palavras que talvez as possam confortar, alertar...
e quiçá impedir que vertam algumas lágrimas um dia!

Sem mais delonga, aqui ficam as
5 FRASES que GOSTAVA que me TIVESSEM DITO quando COMECEI O BLOG:


1.
"O teu valor NUNCA se medirá por um "LIKE" ou por um seguidor a mais ou a menos!"



A blogosfera pode tornar-se um local muito hostil se estivermos focados em ter notoriedade - vulgo fama -
e fizermos disso o nosso objectivo principal!
No final de contas, que medida de sucesso é um "like" ou um número qualquer de "seguidores"?
O que representa?
Alguém que gosta genuinamente do nosso trabalho, ou alguém que nos "segue" por seguir?
Não devemos colocar os nossos objectivos em números,
mas sim focar-nos em partilhar conteúdo que cative as pessoas!

A comparação, por seu turno, só deve servir o propósito de nos fazer querer melhorar...
e nunca gerar em nós inveja ou sentimentos de desprezo para com o nosso trabalho!
Se somos ÚNICOS, para quê compararmo-nos a outra pessoa?!


2.
"Prepara-te...há gente muito mazinha à solta...e o "cyber-bullying" não é ficção!"





Há quem se esconda atrás do anonimato da "internet" com o simples objectivo de tentar estragar o dia aos outros!
Não se deixem intimidar nem afectar por estas pequenas vozinhas...
haverá quem vos chame nomes, quem faça juízos de valor, quem critique sistematicamente tudo, 
quem vos ameace, quem invente coisas sobre vocês...
E as palavras podem magoar bastante, especialmente se formos inseguros...
mas há que manter a cabeça erguida, não cair na espiral de negatividade e acreditar no nosso valor!
A melhor estratégia, para mim, passa por IGNORAR completamente estas mentes pequenas!

3.
"O blog vai obrigar-te a passar muitas horas em frente do computador...
mas não te esqueças que tens de sair à rua para ter qualquer coisa sobre a qual falar por lá...
e para, bem...VIVER, no fundo!!!"



Esta lição aprendi-a a custo...mas agora faz tanto, mas tanto, sentido!
Na ânsia de serem "boas" bloggers poderão cair na tentação de passar horas e horas a editar fotos,
a escrever o texto perfeito, a compor os vossos dias em função das vossas publicações,
a esquecer, por vezes, amigos, família e compromissos...
pode parecer dramático, mas a verdade é que eu fiz isto, muitas vezes!
É muito bom termos dedicação e empenharmo-nos em algo que gostamos, 
mas também há que viver, apreciar o ar fresco, a vida fora da "internet"...!

4. 
"Ter um armário cheio de roupa não faz de ti uma blogger melhor!"



Ser "blogger de moda" pode parecer sinónimo de ter ziliões de roupas novas por semana,
receber fantásticos patrocínios e andar sempre de loja em loja...

Quando criei o blog não fazia ideia que me iriam patrocinar
(infelizmente há quem crie o blog hoje em dia com esse propósito!),
mas o que é certo é que ao longo destes 6 anos muitas foram as peças de roupa que entraram no meu armário,
muitas para serem fotografadas uma vez e guardadas de novo para sempre...
Pode parecer tentador e de sonho, talvez, 
mas ao fim de algum tempo comecei a sentir-me soterrada sob imensos "trapos",
que de pouco (ou nada!) serviram...
e senti a necessidade de, mesmo falando de moda, 
começar a fazê-lo de uma forma mais consciente e responsável,
 concentrar-me no "menos é mais", num (des)consumo mais sustentável...
Afinal de contas, que é feito da criatividade, da versatilidade, do estilo próprio...?!
Foi nesse sentido que abracei o DESAFIO 33 PEÇAS durante 3 MESES!

5.
"Faz isto por PAIXÃO, sempre!"
Há várias motivações para criarmos - e mantermos - um blog...
mas a melhor, para mim, é ter uma PAIXÃO genuína por criar conteúdo para ele, seja de que natureza for!
Criar um blog para ter benefícios, quer monetários, quer materiais,
ou para procurar algum tipo de aprovação social,
não são, na minha opinião, as melhores motivações...
Porquê?
Não vou estar com moralismos, 
mas vou, tão somente, referir que ter um blog com alguma qualidade dá IMENSO TRABALHO,
e que, fazer isso sem sentir aquelas borboletas no estômago de quando em vez, é MUITO DIFÍCIL!
Se levado a sério e especialmente se for um trabalho a solo, 
um blog está longe de ser uma brincadeira...
Adicionalmente - garanto-vos! - haverá alturas em que, 
mesmo estando APAIXONADÍSSIMOS, o fardo parecerá demasiado pesado!
Nesses momentos, devemos reencontrar-nos com o nosso blog, a nossa essência,
e perguntar-nos "porque estou a fazer isto afinal?".
Se a resposta não for um "porque gosto!" ou algo similar, há algo de errado!
O blog não deve ser um hábito, nem uma fonte de constante sofrimento e pressão
(como, em dadas alturas, o meu chegou a ser!)...
devemos encará-lo como algo que nos dá prazer e nos alegra o dia!

Têm um blog?
Identificaram-se com alguma destas frases?
Quais eram as frases que gostavam de ter ouvido?

21 comments:

  1. Identifico-me com todas as frases =)
    Vamos aprendendo à medida que crescemos, e que crescemos com o blog .

    Sophie.

    ReplyDelete
  2. Para mim, que tenho o blogue há menos de três meses, ter lido isto é óptimo. Criei o blogue porque gosto de partilhar e comunicar e, ao mesmo tempo, queria ter um espaço onde registar memórias e experiências (para os familiares que não as conheciam e para eu própria as reviver). Tento ao máximo concentrar-me nisto para não me deixar afectar pelo número de visualizações e comentários, que é algo que obviamente gostamos de ver crescer. Mas isto é muito mais complicado do que eu pensava, não apenas pelo trabalho e horas ao computador que implica, como pelo facto de termos de aprender a não nos concentrarmos nisto de forma exagerada, ao ponto de tomar conta da nossa vida. Tenho de escrever e repetir alto os pontos 1 e 3 do teu texto várias vezes, até ficar mesmo entranhado :)

    ReplyDelete
  3. Gosto tanto de te ler :)
    Acredito que fizesse sentido para ti que te tivessem dito essas coisas, mas... foi assim que aprendeste. Nós temos de aprender de alguma forma e se calhar, foi bom para ti aprenderes a lidar com isto sem alguém a buzinar aos teus ouvidos o que deves fazer. Contra mim falo! Aprendi tanto com as más, péssimas, terríveis escolhas que fiz.
    Admiro o facto de reconheceres que todas essas frases te fizeram falta em algum momento da tua vida enquanto blogger.
    Parabéns! Continua com o excelente trabalho <3
    Beijinhos

    Blog La Petite Dani | Instagram | Snapchat: danielavroch

    ReplyDelete
  4. Adorei o post por completo e concordei com tudo. ótimo post :)
    Beijinhos

    A Boémia Catita Blog

    ReplyDelete
  5. Felizmente não me identifico com todas! Ainda bem que agora vês o lado certo das coisas :)

    ReplyDelete
  6. Comecei o meu blog em outubro e era um post destes que precisava! Tudo muito bem dito!

    ReplyDelete
  7. Concordo em pleno! Sem tirar nem pôr :) vou partilhar :) uma excelente continuação. Beijinhos

    ReplyDelete
  8. O meu blogue foi retomado muito recentemente e estas frases não me podiam ter ajudado mais, és realmente um exemplo em vários sentidos e acabaste de o comprovar com este post! Adoro o teu blogue, fora de brincadeiras. Espero um dia chegar metade do longe que tu chegaste, obrigada por seres uma inspiração!

    http://mysteryandfashiongirl.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  9. Obrigada por este post, Nádia! Reconheço a importância de cada frase, e embora ainda não tenha passado por nenhuma fase negra, suponho que um dia elas vão chegar - e eu volto cá :) acho que o facto de ter sido só leitora durante tantos anos me deu uma perspectiva mais realista da blogosfera, permitiu perceber o que havia por aí, como é que as "polémicas" apareciam, as coisas boas e as coisas más...e ir equilibrando o que queria para o meu blog quando finalmente o criei. Com as minhas 1000 paixões, o blog é como que uma extensão das mesmas, que espelha a minha necessidade de comunicar com pessoas fora do meu círculo habitual - e tem corrido tão bem! Confesso que de tudo isso, o que mais me "assusta" são os míticos anónimos fofos - não porque dê valor a quem diz algo atrás de um ecrã, mas porque tendo a dar demasiada importância ao que os outros dizem, não no sentido de me diminuir ou de questionar o meu valor e o meu trabalho, mas de ficar irritada com a má educação ou a falta de carácter das outras pessoas. A ver vamos :p

    ReplyDelete
  10. Gostei muito do que escreveste, nas entrelinhas deste boas recomendações e agradeço visto que o meu projeto também é algo recente :)
    Beijinhos ♥

    http://infashion-wings.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  11. love the phrases!

    Please check my Blog!! :)

    http://www.alessabernal.com/

    Alessa Bernal :)

    ReplyDelete
  12. Discordo com alguns pontos - e tu que me "conheces" já um pouco saberás quais são! - porque essa cena das comparações runs much deeper que os pontos que focas. Pá, se concordo que as comparações que geram em nós sentimentos de inveja - apesar de eu achar que uma invejazinha soft é benéfico á sanidade mental - devem ser endereçadas a frio e bem analisadas por nós mesmos para entendermos o porquê de tal sentimento em relação a tal pessoa ou situação, por outro lado acredita que é do mais frustrante, do mais horrivel, do mais deprimente deparares-te diáriamente com blogs que por terem milhentas visualizações e milhentos seguidores têm acesso a inúmeras possibilidades (até em termos de um rendimento, por mais modesto que seja) e no entanto são blogs fracos, de muito má qualidade, onde não há cuidado nem com a escrita, nem com a lingua, nem com a qualidade das imagens, isso não me venham com tretas, revolta. Revolta quando te dedicas de alma e coração a algo que adoras fazer, e que fazes por paixão, sim, mas em que acabas por não ter qualquer reconhecimento por aquilo que fazes e esse reconhecimento acaba por ser dado a blogs MAUS só pq têm muito mais visualizações e seguidores (quando tudo isto já se pode comprar aos pacotes). Sinceramente, quando vejo oportunidades fantasticas a chegarem ás mãos de bloggers que admiro e cujo trabalho é uma fonte de inspiração para mim, de motivação para fazer mais e melhor, cujos blogs na minha opinião têm um conteúdo interessante e de excelência, com imensa qualidade, toda eu salto de alegria e aplaudo de pé. Mas quando vejo isso a acontecer a blogs de merda... chamem-me invejosa o quanto quiserem, mas dá-me uma bruta revolta e acho injusto á brava, e sim, comparo o meu trabalho ao trabalho desses bloggers e penso sempre que o mundo é uma bela duma palhaçada quando o que tem valor é a quantidade e não a qualidade...
    Quanto ao cyberbullying, eu que o sofri na pele de formas mesmo muito muito muito más, acho que é algo muito mais grave e o ignorar não é boa politica. Existem já mecanismos legais onde se pode apresentar queixa e toda a gente que passou por isso devia apresentar queixa.
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  13. Eu tenho um blog e concordo com tudo o que disseste. Felizmente, nunca tive grandes haters, mas a parte do sofrimento e pressão também aprendi com os meus erros.
    Beijinhos

    ReplyDelete
  14. Identifico-me muito com as cinco frases...
    Muitos parabéns pelo post!

    Um beijo,
    Ana, autora de Linha d'Olho http://linhadolho.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  15. Quem me dera que soubesse a 1º logo mal o criei... mas verdade seja dita até agora ainda não encontrei nenhum anónimo assim para o mau.

    ReplyDelete
  16. São ótimas dicas para quem começou um blog há menos tempo. Tenho imenso receio do cyber bulling, mas sei que se o meu cantinho continuar a crescer como tem crescido, mais dia menos dia estarão aí os comentários negativos e depreciativos :(

    http://fashionunderconstruction.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  17. concordo muito contigo. também já tenho o meu blogue à 5 anos e gerir tudo à vezes não é nada fácil. tanto que o ano passado andei totalmente desaparecida e sem publicar porque também sentia que precisava de um intervalo da blogosfera! e sinto que num ano de ausência mudou imensa coisa haha
    também fui alvo de cyber-bullying e confesso que, de início, me afetou. Mas vozes de burro não chegam aos céus, não é?

    tens feito um ótimo trabalho e és das bloggers que acompanho desde que me lembro - a Nádia do My Fashion Insider :) ahah continua assim!
    beijinho

    ReplyDelete
  18. Tenho a certeza que este post vai ajudar muita gente nova por esta vida da blogosfera :) Obrigada por partilhares com tanta honestidade!

    | INDIGO LIGHTS

    ReplyDelete
  19. Tenho um blog desde o mês passado, sonho este que finalmente foi realizado e identifico-me no total com essas fases, mas principalmente com a fase nº2. Beijinhos e dêem um olhadela no meu blog : http://luzmodaacao.blogspot.pt/ :)

    ReplyDelete
  20. Como sempre muito sábias palavras. Estas são as reflexões que valem a pena fazer-se, ainda mais publicamente e acho que nenhum blog o faz como o teu. Obrigada por isso, acredito que essa é uma diferença muito positiva que trazes :) Beijinhos

    ReplyDelete
  21. Identifiquei-me com tudo o que disseste!...
    Adorei este post repleto de autenticidade!
    E adoro o facto de estares a demonstrar na perfeição o ponto 4... sendo um blog dedicado à moda... é sempre possível mostrar que menos, é mais... também em qualidade de vida... para não nos tornarmos escravas de sucessivas tendências... e até termos a possibilidade, de realmente desfrutar das peças que temos no armário...
    Beijinhos
    Ana

    ReplyDelete

Partilha o que pensas e não te acanhes! ;)
Se fizeres alguma questão directa, eu responderei no post! Para receberes um aviso com a resposta basta clicares em "subscribe by email".

Se preferires, podes contactar-me por e-mail (myfashioninsiderblog@gmail.com) ou através da página do Facebook (sou mais rápida)!

P.S. Aqui há espaço para críticas, mas insultos, ataques pessoais e demais despropósitos não serão publicados!

ShareThis