20 July 2017

Outfits & Personal | The perfectionism monster!


Today I'm playing hide and seek with one of the scariest monsters I know:
my perfectionism!
I've come to terms with it...I don't wanna be perfect no more!
Especially when I already feel like a modern day princess with this amazing pink jumpsuit!

Hope you enjoy my leafy photographs:

pink jumpsuit: c/o Nokas & Lotita | rose gold sandals: Pull & Bear | necklace: c/o Por um Fio

Interrompo as minhas publicações sobre as férias (podem ver aqui, aqui e aqui as anteriores!), 
para vos apresentar este macacão extremamente elegante da Nokas & Lotita,
uma loja com roupinhas tão amorosas quanto o seu nome! 

Ah, podem descobrir o tutorial em vídeo da maquilhagem que estou a usar aqui!

Espero que gostem das fotografias:



PHOTOGRAPHED BY ME

Ontem dei por mim a reflectir sobre uma característica que considero ser uma das mais fortes que tenho:
o maldito-impositivo-castrador perfeccionismo!!!
Não me interpretem mal: ele tem coisas boas!
Desafia-me constantemente para corridas (e cardio nunca fez mal a ninguém!),
faz-me tentar ser sempre mais e melhor,
e contribuiu - e muito! - para eu ter conseguido ter a profissão com que sempre sonhei!
Mas também tem uma face negra!
O perfeccionismo que habita a minha concha tem um dedo ossudo acusador,
que frequentemente aponta tudo o que faço mal, sem ouvir explicações!
Tem um sorriso escarninho que diz, mesmo sem palavras "pfff, isso é o melhor que consegues fazer?!"
Tem um olhar de superioridade que me faz sentir pequenina como uma paramécia
(eu tinha este "nickname" no 5º ano, por não parar quieta!)...
Se eu não for a melhor (ou fizer parte do pódio), ele não me dá descanso!
Foi assim na escola, no "ballet", na blogosfera!
Se eu não fosse boa no que estava a fazer, não conseguia estar satisfeita!
O mais-ou-menos não dava para mim, só o conceito me roía por dentro!
E foi assim que, durante anos, vivi nesta espécie de amor-ódio com o meu parceiro...

Pois bem, eis-me com 27 anos, 
uma parte de mim morando no My Fashion Insider há 7 anos,
uma vida que vai avançando e afazeres que se vão acotovelando,
e dou-me conta de que quero assentar...
de que até a rapariga dos mil ofícios tem de se reformar um dia!
(Ok, isto está a soar dramático, "sorry", não vou terminar o blog, nem nada que se pareça!)
O que quero dizer é que tenho de fazer as pazes comigo mesma.
Tenho de ACEITAR que não estou no pódio, nem tão pouco sou a melhor blogger...
Não vou começar com mi-mi-mis nem com desculpas e justificações,
a insinuar que 
a) não-tenho-tempo-para-ser-melhor-porque-sou-médica
ou
b) elas-são-mais-famosas-porque-tiveram-mais-sorte

blá blá blá

NÃO!
Não sou a melhor simplesmente porque há pessoas com mais talento para isto!
Pessoas que são melhores bloggers que eu.

(Bang, "in your face", perfeccionismo de uma figa!
NÃO SOU PERFEITA como querias, e agora, hein? Vais fazer birra?)

E sabem que mais?
NÃO FAZ MAL!

Não estou a escrever isto na esperança de que algum leitor me diga o contrário,
estou a passar para aqui algo que preciso de desabafar convosco,
quer me acompanhem há anos, quer seja a primeira vez que me lêem...
porque tenho a certeza que não sou a única que o sente!
Num mundo cheio de imagens de Instagram com filtros perfeitos,
serei só eu a perguntar-me, num dia menos bom:
"Porque não sou tão boa nisto?" ou "Porque é que não tenho os mesmos likes?"?!

Foi graças a esta convicção que resolvi abrir o meu coração de blogger
e admitir, perante mim e os meus leitores,
que  não quero ser a melhor de todas...agora quero ser apenas a melhor versão de mim mesma!
Com muitas falhas, imperfeições, fotos que deveriam estar mais focadas,
e publicações que saem com dias de atraso porque a vida se pôs de permeio...
O mais-ou-menos já não me assusta!

Quem caminha comigo?

-->
Reviewed items (marked as "c/o") were sponsored by the referred brands. The expressed opinions are honest and true.

4 comments:

  1. Esse macacão é realmente lindo e assenta-te na perfeição!
    Quanto ao perfeccionismo, o melhor mesmo é sermos a melhor versão de nós mesmas como disseste.
    Beijinhos,

    A Maiazita

    ReplyDelete
  2. Eu caminho contigo! Sem dúvida. Já te acompanho por aqui há imensos anos e admiro imenso o trabalho que tens feito. Acho que talento é coisa que não te falta! Mas percebo perfeitamente o que queres dizer. Estás super elegante! O macacão é tão bonito. E apaixonei-me pelas tuas sandálias! As fotos estão excelentes. <3
    Beijinhos, The Fancy Cats

    ReplyDelete
  3. boa!!
    esse perfeccionismo acompanhou-me até aos 15 anos, quando comecei a ficar para trás na disciplina de desenho por não acabar trabalhos. consegui contornar a situação e vi que me ia conseguindo safar com coisas meias mal amanhadas, mas que era só apanhar-lhe o jeito e não ficavam tão más assim, porque no desenho a rapidez consegue-se com prática.
    infelizmente o mesmo não aconteceu na universidade, e deixei-me desmotivar imenso, ao ponto de "desistir" (não desisti do curso por respeito aos meus pais que o estavam a pagar, mas desliguei).
    agora ainda me custa não ser boa no que faço, e quero muito descobrir em que é que eu serei boa, porque não convivo bem com a minha própria mediocridade.
    mas sabes o que isto tem de bom? já não me deixa acordada à noite. sei que posso falhar e sobreviver. ainda não me rio dos meus fracassos, e gostava de chegar a esse ponto. mas assim já não é mau de todo.

    ReplyDelete
  4. Olha, sinceramente, eu compreendo-te muito bem nisso do perfeccionismo, e é f....do. Eu nunca dei p mim a achar q X ou Y faz melhor q eu e q eu sou uma bosta comparada com X ou Y, pq a par c o perfeccionismo sofro de um narcisismo absurdo em q n me consigo comparar c ninguém a n ser... eu mm!! O q dou p mim a fazer e n consigo mudar isso, infelizmente, é a achar e sentir q sou mto underrated. Acho q em certas coisas merecia ter mais exposição, ou mais "aplausos", n sei explicar bem, é complicadissimo fazer-me entender relativamente a isto. EU comparo-me mto a mim mm e acho sempre q o q fiz está um cócó e q nunca terei capacidade p fazer mais e melhor. MAS!! Ao mm tempo, qdo olho lado a lado p o meu trabalho e o de outras pessoas c mto mais "sucesso" ou volume de vendas, ou reviews positivos - eu, q nem um review negativo tenho muahahahah - acho q há ali qq coisa q n bate certo e sinto-me p xs mto injustiçada. Ou seja, leio por aí tanta CACA q tem reviews tipo cinco estrelas no goodreads ou na amazon e são cenas tão mas tão mal escritas, e tão mas tão más q tenho aquele cringe imediato e penso sempre pah, eu n escrevo assim tão mal, escrevo? O meu trabalho é pior q isto? Tenho então de me esforçar mais, trabalhar mais, dar mais de mim, e isto gera uma espiral de overworking, cansaço e a sensação de q n serve p nada, n vale de nada, jamais conseguirei singrar naquele universo - nada justo - q é o self publishing authors ahahahahh. Mas depois vem o reverso, qdo me fazem uma critica ao meu trabalho, apontando as coisas q acham mal, fico sempre a achar q estão malucos, principalmente qdo a critica n se foca na minha escrita, na narrativa, na história, mas sim em aspectos estéticos como a formatação e o estilo pessoal se este n se enquadra dentro das actuais "regras" do livro comercial. Isto leva a q sempre q alguém me diga q gostou do meu trabalho eu fique a achar q só estão a ser simpáticos pq n me querem ferir a susceptibilidade. Mas das criticas negativas q recebi até hoje ainda nenhum se prendeu c a escrita e a história em si, o q é um bocado duro - normalmente as criticas recorrentes são ao excesso de cenas de sexo, enfim, sei q tenho de maneirar isso, essa é uma das criticas q eu ouço e dou razão lol, mas parece q n consigo escrever doutra forma ahahahh. Eu continuo a achar q o teu blog é um dos melhores pro aí, p ser genuino, p ser honesto, e não uma feira de vaidades onde tudo é oco e vazio. P isso é q continua a ser dos poucos q leio e comento regularmente - bom, leio sempre, nem sempre comento lol
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ReplyDelete

Partilha o que pensas e não te acanhes! ;)
Se fizeres alguma questão directa, eu responderei no post! Para receberes um aviso com a resposta basta clicares em "subscribe by email".

Se preferires, podes contactar-me por e-mail (myfashioninsiderblog@gmail.com) ou através da página do Facebook (sou mais rápida)!

P.S. Aqui há espaço para críticas, mas insultos, ataques pessoais e demais despropósitos não serão publicados!

ShareThis