15 September 2018

Outfits & Opinion | Fitting in is overrated!


Seja na sociedade, naquilo que os outros dizem ou nas calças que vestimos,
"encaixar" está muito sobrevalorizado!

Espero que gostem da reflexão e das fotos coloridas que por aí vêm!

orange top: c/o Zaful | pink palazzo pants: Bershka | purple earrings: Mango | star necklace: c/o Soufeel 

Society tells us we're supposed to blend, to avoid standing out,
"don't let them in, don't let them see"!
It would seen being different - out of the norm, I mean - is some sort of sin...
I think otherwise! I love unique, goofy, happy people who are not afraid to speak their minds!
I love myself, in all my weirdness, my stupid laugh, the way I sing and dance when I'm happy...
Even though I've tried, I never really believed in fitting in...

Actually, this concept of "fitting in" doesn't apply only to personalities...
it applies to a lot of "beauty" concepts as well...
It extends to the height and weight we're "supposed" to have, 
to the size of pants we're "supposed" to wear...
A bunch of non-sense, if you ask me!

I have to confess the idea behind this title and reflection
was the fact that for the 2846241th time I made a fool of myself putting these extra extra small pants on!
I did try to fit in for the last time! I did, but with a huuuge effort and the help of my boyfriend!
Ridiculous, I know...
They're waaaay too tight for me, they've always been, but I bought them nevertheless,
making the act of dressing them up - and down - literally! a pain!
They're gorgeous and all that, but I will stop this non-sense and either sell them or give them away!

Reflections aside, hope you enjoy today's colorful photos!
Have a lovely day, everyone!
Kisses

PHOTOGRAPHED BY DIOGO

"Encaixar" sempre foi algo que olhei com ambivalência durante toda a minha vida...
Se, por um lado, sempre tive a necessidade de tentar agradar a todos,
cedo me apercebi que era estranha demais para ser consensual!
Com o tempo, aprendi a ignorar o apelo de me tentar camuflar no meio dos outros,
aprendi a apreciar o meu riso parvinho, aprendi a adorar o meu lado mais pateta
a desistir de tentar ser como os "outros" e a gostar de mim tal e qual como sou!
Percebi que cada um de nós é único à sua maneira...

É por isso que hoje resolvi trazer a mensagem de que isto de ser "carneiro"
(vulgo, Maria-vai-com-as-outras),
de tentarmos ser igual a A, B ou C, está francamente sobrevalorizado!
De igual modo, não precisamos de usar todos o mesmo tamanho de roupa,
nem ter medidas 86-60-86, nem de vestir todos o mesmo...

A parte mais engraçada de tudo isto, é que a ideia da reflexão de hoje veio de um trocadilho,
entre o facto de eu ter imeeeeensa dificuldade em vestir estas calças minúsculas da Bershka
(porque fui eu teimar em comprar o XS, quando a cintura não era elástica à frente?!)
- ou seja elas estão longe de me servir - to fit -
e o facto de sermos incitados pela sociedade a "ajustarmo-nos" aos moldes - to fit in.
A verdade é que nunca devia tê-las comprado em primeiro lugar,
porque para as fazer passar pela anca há suor, dor e bastante esforço à mistura!
E não, não estou a exagerar!
Achei que seria giro dar-vos a conhecer o lado com menos "glamour"
por detrás das fotos que publiquei hoje!
A verdade é que depois de vestidas estas belíssimas calças acetinadas são confortáveis,
mas se me tivessem visto a vesti-las (e a despi-las depois!) iam rebolar de riso!
Ou seja, algo na linha de: eu posso estar a sorrir, mas tive de espremer o rabo para caber nisto!
E sabem que mais?
Disse BASTA!!!
Caí na patetice de comprar umas calças pequenas demais para as minhas curvas,
porque as achei lindas de morrer, mas agora estou decidida a dizer-lhes adeus!
Esta história é em todo semelhante àqueles "jeans" que já serviram,
mas que entretanto já só servem nas orelhas,
e que teimamos em guardar, numa espécie de negação de que o nosso corpo mudou,
numa tortura constante pelo que deveríamos ser...
Mas sabem o que realmente deveríamos ser?! 
FELIZES. ORGULHOSOS DAS NOSSAS CONQUISTAS.
ESTARMO-NOS A BORRIFAR PARA O QUE ACHAM OS OUTROS,
PARA O PESO QUE DIZEM QUE DEVÍAMOS TER,
PARA A ROUPA QUE ACHAM QUE DEVÍAMOS USAR...

Quem concorda???

Decidi dizer adeus a estas calças rosa porque a aparência não vale nada,
se o interior não estiver bem!
(E sim, há um duplo sentido aqui...
o interior tanto é a alma como o meu pobre rabiosque espalmado!)

Espero que tenham gostado destas fotografias cheias de luz,
numa combinação colorida, irreverente e inusitada, tal como eu!

Um enoooorme beijinho para todos e um fim-de-semana delicioso!

Items marked as "c/o" were kindly offered for reviewing purposes. All opinions are my own. 

5 comments:

  1. eu cá nunca me encaixei em lado algum, e vejo-me aflita para encaixar o meu gigantesco traseiro nas cinturas das roupas que se vendem por aí looool!!

    ReplyDelete
  2. Não parece nada que passaste por esse esforço medonho para caber nestas calças, mas digo te que valeu o esforço. As fotos ficaram tão lindas... e esse look superou as minhas expectativas. E conjungar essas duas cores foi arriscado, mas do mais acertado :)

    ReplyDelete
  3. Eu encaixo naquilo que me serve :) Adoro as cores destas fotos! LINDAS

    ReplyDelete
  4. Como compreendo o que dizes em relação a essas calças! Na realidade, gostava de saber porque não metem fechos nessas peças! É que eu para não passar pela struggle de as vestir acabo por não as comprar, mas adoro como me ficam :'(
    Beijinhos,

    A Maiazita

    ReplyDelete

Partilha o que pensas e não te acanhes! ;)
Se fizeres alguma questão directa, eu responderei no post! Para receberes um aviso com a resposta basta clicares em "subscribe by email".

Se preferires, podes contactar-me por e-mail (myfashioninsiderblog@gmail.com) ou através da página do Facebook (sou mais rápida)!

P.S. Aqui há espaço para críticas, mas insultos, ataques pessoais e demais despropósitos não serão publicados!

ShareThis