12 May 2019

Outfits & Travel | Cuba Chronicles I - Havana ooh na-na


Bem-vindos à primeiríssima publicação das minhas Crónicas de Cuba!
Entre 26 de Abril e 5 de Maio, como quem me segue pelo Instagram já sabe, andei por terras cubanas,
2 dias em Havana, 3 dias na região de Pinar del Rio (Viñales) e 5 na região de Varadero,
acompanhada do Diogo e mais 3 amigos, entre os quais outro casal.
Tivemos de deixar Trinidad e Cienfuegos de parte, infelizmente, para tornar a viagem mais relaxante...
mas vim com uma tal serenidade da viagem que só posso concluir que fizemos muito bem!

Nesta primeira "crónica" da minha viagem, 
irei partilhar convosco as fotografias e o roteiro do nosso primeiro dia em Havana!
Havana não me ficou com metade do coração (como à Camila Cabello),
mas surpreendeu-me pela explosão de cores dos seus edifícios!

Nesta viagem optei, pela primeira vez, por fazer um Armário Cápsula de Férias!
Escolhi 15 peças (excluindo roupa de banho e roupa interior):
3 vestidos, 6 tops, 1 saia de ganga, 2 pares de calções, 1 par de calças-corsário, 1 par de sandálias claras e 1 casaco de ganga!
Usei todas, muitas das quais mais do que uma vez!

Para descobrir Havana neste dia, optei por algo fresco e confortável:
um vestido oferecido pela minha tia e a fita da ZARA emprestada pela minha irmã,
para dar mais cor ao conjunto!

Toca a conhecer Havana em 3, 2, 1...


black and white dress: gifted by my aunt | bandana: ZARA | shoes: Women'Secret
necklace: Primark

Hi everyone!
I've spent a total of 10 days discovering Cuba, and now I'm back for a tropical overdose!
For part I, I'll be sharing all I've seen in my first day in Havana!
The city is quite poor and busy, but I liked all the colors of the buildings and the cars,
despite how rainy the day turned out to be!

Follow me to discover my first Cuba Chronicles - the main article is in portuguese, 
but you can always translate it!

Kisses

The typical Cuban cars

Chegámos a Cuba já de noitinha, com a fadiga a pesar-nos bem mais do que as mochilas de 40L.
No aeroporto, tudo decorreu calmamente, fizeram a verificação habitual,
e rapidamente arranjámos transporte para o nosso alojamento, apesar da hora adiantada!


There were a lot of amazing buildings. Sadly, many of them were in ruins.

Por ruas onde o asfalto soluçava a cada 5 metros, 
e com as janelas abertas e os braços bem abertos, 
julguei-me dona do mundo, feliz...

Olhando em redor, não havia como mascarar que tínhamos chegado a um país em desenvolvimento:
no ar pairava o aroma acre a gasolina, e nas ruas o lixo acumulava-se, 
vigiado por gatos esquálidos, que preguiçavam sob o calor.
Chegados ao alojamento, fomos recebidos com simpatia, e depois de um banho rápido, 
afundei-me no colchão - mole demais - para o merecido descanso depois de 3 noites parcamente dormidas.

No nosso primeiro dia em Havana, 
acordámos para um pequeno-almoço carinhosamente preparado pela Yusmay, a nossa jovem anfitriã, 
com frutas exóticas, sumo natural, ovos mexidos, pão, leite e café. 



De barriguinha cheia, calcorreamos as ruas sujas e povoadas de gente, 
uns apressando-se para seguir o seu caminho, entre as agruras do racionamento, 
outros esperando sentados, tisnados pelo sol, que mais um dia passasse. 
Quanta pobreza cabia em caminhos tão estreitos...



À medida que nos aproximamos do centro histórico, 
o que nos rodeava tornou-se progressivamente mais turístico, e os edifícios mais cuidados.
Avistámos a imponência do Capitólio (que mostrarei melhor na próxima publicação)
 e deliciámo-nos com a beleza do Gran Teatro de la Habana.


The "Capitólio" was under construction. But it's a wonderful sight, nonetheless.


Antes de almoçar, começámos a saga de encontrar uma casa de câmbio - algo que se provou surpreendentemente difícil. 
Quando a descobrimos, depois de pedir indicações a meia dúzia de cubanos (algumas contraditórias!), 
acabámos por ser tão importunados na fila 
(é comum tentarem trocar dinheiro na rua, mas devemos evitar, pois pode ser dinheiro falso!), 
que optámos por ir ao banco. 
Finda a saga dos câmbios, almoçámos num local simpático, onde experimentámos frituras, 
comemos frango assado e saboreámos Daiquiris, Mojitos e sumos naturais de goiaba e ananás.


The street Paséo de Marti and it's emblematic schools.

De seguida, retomámos a nossa descoberta de Havana percorrendo o emblemático Paséo de Martí
até chegar ao forte San Salvador, junto ao mar. 

Forte San Salvador


Quando lá estávamos, começou uma imensa chuvada tropical, 
que nos levou a abrigar junto do Museu da Revolução, que infelizmente já tinha fechado.
Junto do Museu, descobrimos um resquício da antiga muralha de Havana
construída como protecção contra os piratas.

Uma vez que o clima estava instável, 
resolvemos procurar a famosa rua do bar La Bodeguita del Medio, para desfrutar de bebidas e música ao vivo. 
Acabámos por nos render à Happy Hour do bar El Rum Rum!


Since the weather was uneasy, 
the rest of the afternoon was spent drinking Daiquiris and Mojitos near the famous La Bodeguita del Medio.

Prosseguindo caminho, desembocámos na Praça da Catedral
e pudemos apreciar a imponência da Catedral de Cuba (não conseguimos entrar, pois já era tarde!).


From the outside, Havana's Cathedral was remarkable. Sadly, it was too late to enter!


Seguimos depois caminho até à Praça das Armas, passámos pelo Castelo da Força Real,
avistando depois o Cristo de Havana do outro lado do canal.


Castillo de la Real Fuerza



Findas as visitas, jantámos num restaurante com wi-fi (algo raro em Cuba), localizado na Praça da Catedral
onde provámos lagosta, acompanhada do típico arroz seco com feijão preto.
Deitámo-nos logo depois, pois estávamos demasiado cansados para dançar salsa...
e adormecemos com a promessa de mais um dia de descobertas ao levantar!

Em suma, malgrado a chuva que nos perseguia, foi um dia bastante bem passado,
e apesar de Havana não ser a minha capital favorita, 
foi engraçado descobrir-lhe os recantos!

Fiquem atentos, que a parte II de Cuba mostrará ainda mais detalhes da capital cubana!
Beijinhos

No comments:

Post a Comment

Partilha o que pensas e não te acanhes! ;)
Se fizeres alguma questão directa, eu responderei no post! Para receberes um aviso com a resposta basta clicares em "subscribe by email".

Se preferires, podes contactar-me por e-mail (myfashioninsiderblog@gmail.com) ou através da página do Facebook (sou mais rápida)!

P.S. Aqui há espaço para críticas, mas insultos, ataques pessoais e demais despropósitos não serão publicados!

ShareThis